Exposição em homenagem a Alceu Valença reúne mais de 200 itens, entre objetos pessoais, fotos, obras e vídeos sobre o cantor

  • 17/04/2024
(Foto: Reprodução)
Casa Estação da Luz, em Olinda, recebe a mostra 'Alceu Valença, uma geografia visceral nordestina' até o dia 18 de agosto. Ingressos custam R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira). Alceu Valença Leo Aversa / Divulgação Homenageando um dos grandes nomes da música brasileira, a exposição "Alceu Valença, uma geografia visceral nordestina" abre para visitação na Casa Estação da Luz, em Olinda, no Grande Recife, a partir da quinta-feira (18). A mostra reúne mais de 200 peças, entre fotografias e vídeos históricos, peças do acervo pessoal do cantor e obras de arte. ✅ Clique aqui para seguir o canal do g1 PE no WhatsApp Com curadoria de Rafael Antonio Todeschini, a exposição apresenta, através desses objetos, a construção de um imaginário tradicional e contemporâneo do Nordeste, demonstrando como isso esteve presente na obra de Alceu Valença ao longo dos anos. A mostra pode ser visitada até o dia 18 de agosto, com ingressos a R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira), à venda na internet. Além do acervo fotográfico pessoal do artista, a exposição reúne fotografias de Cafi, Carlos Horcades, Léo Aversa, Mário Luiz Thompson, Tânia Quaresma e Toinho Melcop. Também são expostas obras de Aline Feitosa, Bajado, Getulio Maurício, J. Borges, Marcos Cordeiro, Marisa Lacerda, Sérgio Lemos, Sérgio Ricardo, Véio e Wellington Virgolino. Umas das obras que estão na exposição é uma réplica, em cerâmica, da casa da Fazenda Riachão, em São Bento do Una, no Agreste de Pernambuco, onde Alceu nasceu e teve seus primeiros contatos com poesia, música e linguagens diversas da cultura popular. Outro destaque é a tela que serviu de capa para o premiado disco "Maracatus, batuques e ladeiras", de 1994. Pesquisa Durante dois anos, a equipe de pesquisa liderada por Todeschini estudou publicações sobre o cantor na imprensa brasileira e internacional desde a década de 1960. Outra fonte de pesquisa foi o livro "Pelas ruas que andei", biografia de Alceu Valença lançada em 2023, que refaz a trajetória do músico por meio de entrevistas e materiais de arquivo. Além de informações sobre a mudança de Alceu para viver de música no Rio de Janeiro e a época de estudos em Harvard, a pesquisa encontrou preciosidades como o bilhete de Jorge Amado em agradecimento ao cantor por ter se inspirado na figura do escritor para compor "Chuva de cajus", do álbum "Estação da Luz". Serviço 🖼️ Exposição "Alceu Valença, uma geografia visceral nordestina" ⏰ De quinta-feira (18) até 18 de agosto, com visitação de terça a sexta, das 10h às 17h, e aos sábados e domingos, das 10h às 14h 📍 Casa Estação da Luz - Rua Prudente de Morais, 313, Carmo - Olinda 🎟️ Ingressos por R$ 10 (meia) e R$ 20 (inteira), à venda na internet VÍDEOS: mais vistos de Pernambuco nos últimos 7 dias

FONTE: https://g1.globo.com/pe/pernambuco/o-que-fazer-no-recife/noticia/2024/04/17/exposicao-em-homenagem-a-alceu-valenca-reune-mais-de-200-itens-entre-objetos-pessoais-fotografias-obras-e-videos-historicos-do-cantor.ghtml


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Top 10

top1
1. Deus Proverá

Gabriela Gomes

top2
2. Algo Novo

Kemuel, Lukas Agustinho

top3
3. Aquieta Minh'alma

Ministério Zoe

top4
4. A Casa É Sua

Casa Worship

top5
5. Ninguém explica Deus

Preto No Branco

top6
6. Deus de Promessas

Davi Sacer

top7
7. Caminho no Deserto

Soraya Moraes

top8
8.

Midian Lima

top9
9. Lugar Secreto

Gabriela Rocha

top10
10. A Vitória Chegou

Aurelina Dourado


Anunciantes